Project Management Institute

A Febre do 5G

Febre 5G

img

FOTO DE TOMOHIRO OHSUMI/GETTY IMAGES

Evento Rakuten Optimísm 2019, em Yokohama, Japão

O impulso para o 5G, a velocidade da internet móvel de última geração, pode elevar a interconectividade global e a inovação tecnológica ao próximo nível, e abrir portas para os profissionais de projeto.

À medida que mais organizações lançam iniciativas de internet das coisas (IoT) e IA, a necessidade do 5G só aumentará: Sessenta e um por cento dos executivos de telecomunicações esperam que o pico de lançamentos de projetos 5G ocorra entre 2020 e 2022, de acordo com uma pesquisa global da McKinsey com CTOs, publicada em 2019. A empresa de telecom sueca Ericsson tem se destacado no mercado, trazendo recentemente 4.000 novos engenheiros de P&D para tornar suas iniciativas com 5G uma realidade.

“A chegada do 5G e outros novos serviços, como IoT e IA, demandam gerentes de projeto”, disse Yasmina Khelifi, PMP, gerente sênior de projetos da Orange, Paris, França. Além do conhecimento técnico, disse ela, o talento de projeto que procura avançar deve se concentrar na conscientização intercultural como habilidade cada vez mais importante, graças a um aumento nos esforços globais.

— Yasmina Khelifi, PMP, Orange, Paris, França

Ao mesmo tempo, as bordas do setor de telecomunicações continuarão a ser apagadas e a se expandir. Os que estiverem em busca de trabalho devem investigar mercados adjacentes estabelecidos, incluindo cabo e criação de conteúdo, bem como os mais novos, como serviços de pagamento digital e saúde móvel, de acordo com a Visão Geral do Setor de Telecomunicações de 2019 da Deloitte. Os projetos de blockchain são um meio para as empresas de telecomunicações simplificarem os processos internos e dissiparem as preocupações dos consumidores com relação à segurança dos dados — e também uma maneira de os gerentes de projeto ganharem experiência com uma ferramenta badalada que deverá gerar mais mudanças nos próximos anos.

Mas o clamor por 5G e novas tecnologias não ofuscará o negócio principal das telecomunicações, que é a conectividade móvel, na próxima década. Chegando à onipresença nos países desenvolvidos, a tecnologia móvel continua a se espalhar pelos mercados emergentes, com mais de 5 bilhões de pessoas hoje proprietárias de dispositivos móveis. E o apetite por dados do consumidor só cresce, e os smartphones são o dispositivo preferido para tudo, desde fotos e mídias sociais a bancos, notícias e videochamadas, relatou a Deloitte. Essa demanda por conteúdo móvel, e a infraestrutura para fornecê-lo de forma instantânea, confiável e segura, é uma boa notícia para os gerentes de projeto que buscam segurança e avanço na carreira.

This material has been reproduced with the permission of the copyright owner. Unauthorized reproduction of this material is strictly prohibited. For permission to reproduce this material, please contact PMI.

Advertisement

Advertisement

Related Content

Advertisement