Maré alta

Equipes estão expandindo as construções flutuantes

img

Aqui e à direita, a primeira fazenda flutuante do mundo, em Roterdã, Holanda. Abaixo, a incorporação residencial flutuante Schoonschip, em construção em Amsterdã.

img

Os níveis da água estão aumentando globalmente — uma tendência que pode afetar 570 cidades e 800 milhões de pessoas até 2050, de acordo com o Fórum Econômico Mundial. A maioria dos projetos relacionados ao combate da invasão da água tem se concentrado na construção de sistemas projetados para conter a água. Na área de Houston, Texas, EUA, por exemplo, devastada pelo furacão Harvey em 2017, os engenheiros estão trabalhando em um megaprojeto proposto para criar um túnel que melhoraria a resiliência da área no caso de outra enchente.

Esse tipo de pensamento é ultrapassado na Holanda, onde o controle da água tem sido um estilo de vida por centenas de anos. Agora, os holandeses estão tentando algo diferente: estruturas flutuantes que são aliadas à água.

“Enfrentamos a água por muitos anos e hoje aceitamos a água em vez de combatê-la: é por isso que estamos pesquisando o que chamamos de edifícios adaptáveis ao clima”, disse Peter van Wingerden, engenheiro e CEO da Floating Farm, uma empresa em Roterdã, que no ano passado abriu a primeira fazenda flutuante do mundo, um confinamento de produção de laticínios com 32 cabeças de gado em um dos portos da cidade.

A fazenda obtém sua energia de um painel solar flutuante e possui um sistema de ordenha robótico. As vacas podem pastar na estrutura ou atravessar uma ponte estreita para pastar em terras próximas.

A Floating Farm está trabalhando com vários países asiáticos para construir outras fazendas. A pandemia da COVID-19 forçou Peter a adiar os planos do projeto para construir um na China, em 2020. Em vez disso, ele optou por construir a segunda fazenda flutuante perto da primeira, em Roterdã. A nova fazenda vai agregar energia eólica à sua matriz energética graças aos moinhos flutuantes.

Afundar ou nadar

Projetos de construção flutuante apresentam novos desafios para as equipes, particularmente a necessidade de resolver problemas de logística, disse Peter. Como a equipe transportará os materiais para o local do projeto? Que tipo de protocolos de segurança serão criados para garantir que as ferramentas (ou membros da equipe) não caiam na água? Quantos barcos serão necessários durante a construção? “E, todas as manhãs, quando você chega aqui, a construção está em um lugar diferente: um metro acima ou um metro abaixo, devido à maré”, disse ele.

img

FAZENDA FLUTUANTE, FOTOS DE CORTESIA DA GOLDSMITH. SCHOONSCHIP FOTO DE CORTESIA DE NEW GENERATIONS

Arquitetos, designers, engenheiros e líderes de projeto em todo o mundo estão encontrando respostas e adotando soluções inovadoras, que vão desde um porto espacial flutuante para lançamento de foguetes perto de Haiyang, na China, até uma nova loja flutuante da Apple, em Singapura.

Mas a Holanda continua a ser líder em arquitetura flutuante, e as empresas locais estão imaginando estruturas que cobrem um amplo espectro de indústrias e aplicações. A empresa de arquitetura Goldsmith, Roterdã, que projetou a fazenda flutuante de laticínios, também estabeleceu parceria com Peter para construir uma granja de aves que irá produzir ovos e produtos agrícolas. Uma segunda empresa holandesa, a Powerhouse Company, está construindo um prédio de escritórios flutuante para o Global Center on Adaptation. E uma terceira empresa holandesa, a Waterstudio. NL, projetou um prédio de escritórios flutuante que planeja construir em Roterdã, usando um material sustentável: madeira laminada cruzada.

img

Mundo aquático

A Waterstudio.NL também está trabalhando em vários projetos residenciais flutuantes para resolver a superlotação em áreas urbanas.

Um projeto em construção em Amsterdã é a incorporação residencial flutuante Schoonschip, um espaço multiestrutural que acomodará 46 residências. No segmento de luxo, a Waterstudio. NL fez parceria para construir uma vila flutuante em 2019 para o projeto Arkup 75, em Miami, Flórida, EUA. Essa estrutura pode alcançar estabilidade semelhante à de uma casa (e isolamento contra a elevação do nível do mar) quando elevada em suas estacas hidráulicas, e também é capaz de navegar como um iate quando as estacas são retiradas.

Conforme as equipes de projeto ganham familiaridade com os desafios da construção de estruturas flutuantes nos próximos anos, Peter espera que sua indústria alcance um ponto de inflexão de escalabilidade, desenvolvendo métodos de construção modular.

“A água em todos os lugares é a mesma, então você pode facilmente expandir sua escala, pode facilmente reproduzir os projetos em qualquer lugar do mundo”, disse ele.

img

— Peter van Wingerden, Fazenda Flutuante, Roterdã, Holanda

This material has been reproduced with the permission of the copyright owner. Unauthorized reproduction of this material is strictly prohibited. For permission to reproduce this material, please contact PMI.

Advertisement

Advertisement

Related Content

Advertisement