Project Management Institute

Disrupção feita da forma certa

EGPs podem ajudar transformações digitais a estimular mudanças coesas

Vozes | POR DENTRO DO EGP

De Abid Mustafa

img

A revolução digital não pode ser parada, mas pode parar as organizações. De acordo com uma pesquisa global de 2019 da Couchbase, 81 por cento das empresas tiveram um projeto de transformação digital que falhou, sofreu atrasos significativos ou foi reduzido. Uma vantagem em um cenário competitivo repleto de contratempos é que existem muitas lições a serem aprendidas. Antes de as organizações lançarem iniciativas digitais complexas, elas devem examinar as falhas em seus respectivos setores.

Como observador neutro e ávido de muitas dessas tentativas, o escritório de gerenciamento de projetos empresarial (EGPE) pode ajudar a moldar o debate em torno de estratégias de transição bem-sucedidas. Aqui estão três maneiras pelas quais um EGPE pode promover proativamente o consenso executivo para o sucesso digital.

CRIAR UM CAMPO NEUTRO

A diretoria frequentemente discorda sobre o que significa "se tornar digital". Um CFO enxerga uma redução na força de trabalho. O COO imagina fluxos de trabalho sem papel e maior automação de processos. O CIO prevê uma implantação mais rápida da automação para resolver problemas de negócios. E o diretor de estratégia falará com muita certeza de um novo canal on-line para vender produtos. Com o apoio da diretoria, o EGPE pode intervir para eliminar a confusão. Um EGPE deve conduzir a discussão para gerar uma visão unificada sobre o que “digital” representa para a indústria e o que significa para a organização.

MAPEAR A JORNADA

As organizações frequentemente se apressam em criar canais digitais on-line, como implementar um aplicativo móvel ou um canal de bate-papo com os processos existentes. Muito pouco pensamento entra no modelo de negócios ou em como o uso de ferramentas digitais reinventa a jornada do cliente. Uma analogia grosseira: a diretoria acha que se tornar digital é colocar o rádio na televisão. Replicar processos existentes e colocá-los no espaço digital provavelmente resultará em falhas. O EGPE é adequado para gerar ideias sobre a reinvenção de modelos de negócios e jornadas de clientes que atingem os objetivos certos.

GARANTIR A ADOÇÃO

Muitas organizações se empenham e conseguem adicionar novos canais digitais… e depois falham na atração do tráfego de cliente. Por quê? A organização não pensou em mudar o comportamento do cliente para adotar os novos canais digitais. Com seu rico histórico em gerenciamento de mudanças, o EGPE está em uma posição ideal para desenvolver uma estrutura organizacional para a adoção de canais digitais pelo cliente.

Pode parecer lógico permitir que consultores externos desenvolvam a visão digital e depois recorram aos especialistas da organização para implementá-la. Mas o EGPE deve ser responsável pelo desenvolvimento e execução do conceito. Com o tipo certo de incentivo e apoio da diretoria, o EGPE pode ajudar a organização a obter economias significativas e, ao mesmo tempo, oferecer programas digitais complexos. PM

img Abid Mustafa trabalhou com escritórios de gerenciamento de projetos por 12 anos. Seu livro In the Age of Turbulence: How to Make Executive PMOs Successful, está disponível em brochura e para Kindle.
This material has been reproduced with the permission of the copyright owner. Unauthorized reproduction of this material is strictly prohibited. For permission to reproduce this material, please contact PMI.

Advertisement

Advertisement

Related Content

  • Megatrends 2021

    By Project Management Institute Five megatrends dominate The Project Economy. Discover how these trends are changing the world and what they mean for projects and for all change-makers who want to turn ideas into reality.

  • Por que grandes ideias falham e como garantir de que isso não ocorra

    By Vargas, Ricardo Viana | Conforto, Edivandro Carlos | Oumarou, Tahirou Assane Para reduzir as taxas de falhas e ser bem-sucedido ao oferecer estratégias em 2020 e além, as organizações devem superar as forças disruptivas e transformar desafios em oportunidades e vantagens.…

  • ¿Por qué las grandes ideas fallan y cómo evitar que esto suceda?

    By Vargas, Ricardo Viana | Conforto, Edivandro Carlos | Oumarou, Tahirou Assane Para reducir las tasas de fracaso e implementar estrategias con éxito a partir del 2020, las organizaciones deben superar las fuerzas disruptivas y convertir los desafíos en oportunidades y ventajas…

  • Sponsored Research

    Dynamics of New Business Creation

    By Kock, Alexander | Gemünden, Hans Georg | Kaufmann, Carsten The aim of this research project was to explore how innovative firms create new growth paths, and how project management practices can contribute. In addressing this question, we wanted to use a new…

  • Why Great Ideas Fail and How to Make Sure They Don't

    By Vargas, Ricardo Viana | Conforto, Edivandro Carlos | Oumarou, Tahirou Assane To reduce failure rates and successfully deliver strategies in 2020 and beyond, organizations must overcome disruptive forces and flip posing challenges to opportunities and advantages. It all…

Advertisement