Faça tudo e mais um pouco: Por criar uma estrutura para proteger o futuro da economia oceânica mundia

2021 MIP #3

 
img

FOTO DE OSKARS SYLWAN/UNSPLASH

3

Um oceano saudável contribui com US$ 1,5 trilhão e milhões de empregos para a economia global anualmente, de acordo com a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. No entanto, a mudança climática já causou estragos em algumas economias oceânicas e ameaça com mais riscos. Portanto, os líderes de 14 países que constituem 40 por cento das áreas costeiras do mundo estão se unindo. O objetivo? Gerenciar de forma sustentável quase 30 milhões de quilômetros quadrados de águas até 2025.

O High Level Panel for a Sustainable Ocean Economy (Painel de Alto Nível para uma Economia do Oceano Sustentável), conhecido como Ocean Panel, inclui Canadá, Japão e Austrália, bem como economias emergentes como Chile, Namíbia e México.

Juntos, o grupo completou um esforço de dois anos para elaborar recomendações que foram lançadas em dezembro de 2020. E, pelos cálculos daequipe, cumprir todos os itens de seu plano de 74 pontos ajudaria os oceanos a alcançar seus benefícios potenciais, incluindo uma produção de alimentos seis vezes maior. Também geraria até um quinto das reduções de emissões de gases de efeito estufa necessárias para permanecer dentro do limite do aquecimento estabelecido pelos cientistas para conter o pior dos efeitos da mudança climática.

A equipe agora está trabalhando para financiar e dimensionar as iniciativas identificadas pelo painel, com cada país membro visando administrar de forma sustentável 100% das águas sob sua jurisdição nacional, em quatro anos.

“O oceano não é tão grande para quebrar nem tão grande para consertar, mas é muito grande e muito central para onosso futuro para ser ignorado”, disseJane Lubchenco, PhD, co-presidente doconselho do Ocean Panel Expert Group.

Advertisement

Advertisement

Related Content

Advertisement