Project Management Institute

O futuro é a femtech

Ferramentas e produtos de última geração estão sendo criados sob medida para mulheres

A tecnologia de saúde adaptada para mulheres — apelidada de femtech — está se tornando popular, e os analistas esperam que a onda de projetos aumente. As receitas de soluções de tecnologia, como aplicativos, dispositivos médicos e vestíveis, que atendem às necessidades de saúde da mulher são estimadas em US$ 9 bilhões até 2024, de acordo com uma nova pesquisa da empresa de mercado Frost & Sullivan.

“Sabemos que muitas questões relacionadas à mulher podem ser melhoradas pela tecnologia, e há muito potencial neste espaço”, disse Tania Boler, CEO da firma de femtech Elvie, à Fast Company. Esses três projetos estão ajudando a impulsionar a tendência:

img

TELA INICIAL

Em setembro, a startup de biotecnologia Juno Bio lançou seu kit caseiro que faz a triagem de microbiomas vaginais de mulheres, dando-lhes maiores informações sobre sua saúde. O desenvolvimento dos kits comerciais surgem na esteira de um projeto de 2019 voltado a reunir amostras de mais de 1.000 mulheres nos Estados Unidos, a fim de construir um repositório inicial de dados.

img

CONTROLE DE NATALIDADE, REIMAGINADO

O projeto Oui da Cirqle Biomedical visa desenvolver um controle de natalidade tópico que modifica a camada de muco cervical superficial, sem a necessidade de hormônios. Protótipos do polímero alvo estão em testes pré-clínicos, com uma “meta de curto prazo” do primeiro estudo em humanos, disse Ljudmila Katchan, PhD, cientista da Cirqle Biomedical.

img

EVOLUÇÃO DO APLICATIVO

Elvie, uma das maiores startups de femtech, arrecadou mais de US$ 50 milhões em financiamento para projetos e tem um portfólio que varia desde bombas de sucção de leite vestíveis a exercitadores de assoalho pélvico conectados a um aplicativo. No início de 2020, Elvie concluiu o desenvolvimento de seu aplicativo Insights, que permite que mulheres que amamentam vejam estatísticas sobre sua produção de leite com o toque de um botão. — Amanda Hermans

This material has been reproduced with the permission of the copyright owner. Unauthorized reproduction of this material is strictly prohibited. For permission to reproduce this material, please contact PMI.

Advertisement

Advertisement

Related Content

  • PM Network

    As pontes de Londres estão caindo

    Uma década de austeridade econômica está cobrando o preço das pontes públicas de Londres. No ano passado, vários fechamentos despertaram a ira e a preocupação de moradores frustrados. A Ponte de…

  • PM Network

    O show das trombas

    By Roberts, Caroline Nas últimas cinco décadas, a atividade comercial lentamente devastou as florestas de Surin, uma província do nordeste da Tailândia. E para o povo Kui nativo que dependia de suas exuberantes…

  • PM Network

    Jogada de energia

    By Parsi, Novid Marrocos não possui recursos petrolíferos em abundância. Assim, depende de importações de combustíveis fósseis para 97 por cento de suas necessidades domésticas de energia. Mesmo assim, o Marrocos…

  • PM Network

    Ir além

    Os arranha-céus com estrutura de madeira cresceram cada vez mais na última década, com o Mjøstårnet de 18 andares em Brumunddal, Noruega (foto à direita), entrando na lista de Projetos Mais…

  • PM Network

    A nova dinâmica da liderança

    As organizações estão emergindo da pandemia com expectativas e oportunidades reformuladas—e uma visão radical de mudança. Inovadores e influenciadores de todo o mundo explicam como os líderes de…

Advertisement