Project Management Institute

As pontes de Londres estão caindo

Financiamento essencial para reparos de infraestrutura icônica

the Edge

img
img

ACIMA, FOTO DE CORTESIA DE DO HAMMERSMITH & FULHAM COUNCIL. ABAIXO, FOTO DE BIM/ISTOCK/GETTY IMAGES PLUS

Ponte de Hammersmith e Ponte de Londres, abaixo

Uma década de austeridade económica está cobrando o preço das pontes públicas de Londres. No ano passado, vários fechamentos despertaram a ira e a preocupação de moradores frustrados. A Ponte de Hammersmith, a Ponte de Vauxhall, a Ponte da Torre de Londres e a Ponte de Londres foram, todas, fechadas, por motivos que vão desde falhas mecânicas a reparos urgentes e corrosão estrutural.

O projeto de reparos de £ 5 milhões da Ponte de Londres foi concluído em setembro, um mês antes do esperado. Porém, encontrar financiamento de projetos permanece muito mais difícil para outros casos. Recuperar totalmente a Ponte de Hammersmith, do século 19, que foi fechada para veículos em abril de 2019 e para pedestres em agosto de 2020, custaria cerca de £ 141 milhões. Estabilizar a ponte o suficiente para os pedestres custaria £ 46 milhões, e construir uma ponte temporária poderia custar £ 27 milhões. Porém, tanto o proprietário da ponte (o Hammersmith & Fulham Council) como a autoridade de transporte local não tem recursos para aprovar os reparos completos.

Os proprietários da ponte escreveram um apelo em carta aberta ao Primeiro-Ministro Boris Johnson para financiamento do projeto. Mas “prometer construir coisas brilhantes para o futuro é mais atraente do que pavimentar estradas ou consertar pontes”, disse Tony Travers, professor do departamento de governo da London School of Economics, ao T he New York Times. Durante sua eleição, o Primeiro-Ministro prometeu financiar projetos como uma ferrovia de alta velocidade de US$ 130 bilhões.

Ainda assim, o impulso pode estar no horizonte. Em setembro, o governo lançou uma força-ta-refa liderada por Dana Skelley, ex-funcionária do Transport for London que liderou o plano de modernização de estradas de £ 4 bilhões antes das Olimpíadas de Londres, para desenvolver um plano de reparos para a Ponte de Hammersmith.

The Edge escrito por: Ambreen Ali, Amanda Hermans, Steve Hendershot, Jen Thomas e Amy Wilkinson

This material has been reproduced with the permission of the copyright owner. Unauthorized reproduction of this material is strictly prohibited. For permission to reproduce this material, please contact PMI.

Advertisement

Advertisement

Related Content

  • PM Network

    O show das trombas

    By Roberts, Caroline Nas últimas cinco décadas, a atividade comercial lentamente devastou as florestas de Surin, uma província do nordeste da Tailândia. E para o povo Kui nativo que dependia de suas exuberantes…

  • PM Network

    A nova dinâmica da liderança

    As organizações estão emergindo da pandemia com expectativas e oportunidades reformuladas—e uma visão radical de mudança. Inovadores e influenciadores de todo o mundo explicam como os líderes de…

  • PM Network

    Jogada de energia

    By Parsi, Novid Marrocos não possui recursos petrolíferos em abundância. Assim, depende de importações de combustíveis fósseis para 97 por cento de suas necessidades domésticas de energia. Mesmo assim, o Marrocos…

  • PM Network

    Diagnósticos digitais

    À medida que a pandemia global continua alterando cada centímetro do cenário da saúde, os líderes de projetos de tecnologia médica estão se preparando para uma ruptura—e prontos para responder.

  • PM Network

    Orientação da mudança

    PM Network entrevista Michal Mitlanski, PMP, escritório de projetos da Dun & Bradstreet Israel e CIAL (América Latina), Tel Aviv, Israel.

Advertisement