A grande virada de Riade

Os ventos da mudança estão impulsionando as iniciativas ecológicas da Arábia Saudita

img
img
img

No canto superior esquerdo, o projeto do parque eolico Dumat Al Jandal. Abaixo, o projeto Green Riyadh. Aqui, a estaçõo King Abdullah Financial District do projeto Riyadh Metro

IMAGENS DE CORTESIA DO MINISTÉRIO DE ENERGIA DA ARÁBIA SAUDITA (CANTO SUPERIOR ESQUERDO) GREEN RIYADH (CANTO INFERIOR ESQUERDO) E RIYADH METRO (CANTO SUPERIOR).

Riade, na Arábia Saudita, está acelerando o ritmo de sua estratégia de diversificação econômica, desencadeando uma série de iniciativas ecológicas, que incluem projetos para produzir 50 por cento de sua eletricidade a partir de fontes renováveis na próxima década.

O baixo custo dos combustíveis fósseis locais, juntamente com o custo comparativamente alto das energias renováveis, tornou os projetos sustentáveis uma venda difícil. No ano passado, menos de 2 por cento dos lares sauditas usaram energias renováveis, principalmente energia solar, para atender às suas necessidades de eletricidade.

Mas o apetite por projetos de energia renovável mudou desde que o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman revelou, em 2016, a Visão 2030: um plano estrutural para diversificar a economia da Arábia Saudita e promover setores públicos, como saúde, educação, infraestrutura e turismo. A capital do país teve o maior aumento na atividade e impulso de projetos finalmente em fase de execução, que podem fornecer lições valiosas para iniciativas futuras para ajudar o país a atingir suas metas de sustentabilidade.

Espaços verdes

Uma das maiores iniciativas de sustentabilidade urbana do mundo, o projeto de US$ 23 bilhões Green Riyadh deve adicionar 7,5 milhões de árvores em toda a cidade, bem como revitalizar as principais vias e desenvolver uma rede de irrigação com água reciclada. O megaprojeto, que entrou em fase de execução em junho, deve aumentar a quantidade de espaço verde natural na cidade de apenas 1,5 para 9 por cento. Segundo os patrocinadores do projeto, entre os maiores benefícios a serem alcançados estão: melhor qualidade do ar e temperaturas mais baixas em toda a cidade.

A transformação do transporte

O projeto Riyadh Metro, de US$ 27 bilhões, visa tirar mais carros das ruas, atraindo os residentes com opções de transporte público fáceis e confiáveis.

No centro da reimaginação da mobilidade: uma linha ferroviária elétrica integrada a uma rede de transporte rápido de ônibus de três linhas, com 85 quilômetros, totalizando seis linhas. Depois de concluído, espera-se que seja o maior projeto de transporte público do mundo, reduzindo o número de viagens diárias de carro em quase 250.000 enquanto movimenta 3,6 milhões de passageiros diários em Riade.

Para impulsionar a sustentabilidade, as estações de metrô serão equipadas com tecnologia de células solares, o que economizará cerca de 20 por cento da energia necessária para o ar condicionado e a iluminação.

Ventos da mudança

Anunciado como o maior parque eólico do Oriente Médio (e o primeiro da Arábia Saudita), Dumat Al Jandal fornecerá eletricidade para até 70.000 residências na Arábia Saudita, quando concluído, em 2022. O megaprojeto de US$ 500 milhões, sendo desenvolvido por um consórcio que inclui a gigante francesa de energia EDF Renewables e a potência dos Emirados Árabes Unidos Masdar atingiu um marco essencial em julho: a primeira das quase 100 turbinas eólicas chegou ao país e começou sua jornada até o local do projeto, 900 quilômetros ao norte de Riade.

This material has been reproduced with the permission of the copyright owner. Unauthorized reproduction of this material is strictly prohibited. For permission to reproduce this material, please contact PMI.

Advertisement

Advertisement

Related Content

Advertisement