Reparar falhas

Ajude a construir uma estrutura organizacional melhor, recupere-se do feedback negativo e demonstre interesses externos

 

De Lindsay Scott

Eu estou começando em um novo emprego, mas a abordagem da organização para os projetos é bastante caótica. O que devo fazer?

Como qualquer projeto, sua carreira será cheia de surpresas e decepções. O modo como você atua depende de seus objetivos de carreira, resiliência e, é claro, do que mais essa organização tem a oferecer. Se você tem experiência mínima em projetos (digamos, menos de 5 anos) e ainda precisa de apoio profissional e mais experiência na execução de projetos em uma organização com uma estrutura melhor, o trabalho pode fazer mais mal do que bem à sua carreira.

Por outro lado, se você está confiante em suas habilidades, é uma tremenda oportunidade. É bem mais provável que a organização esteja buscando muito alguém que dê um passo à frente e mostre aos outros como se faz. Para aproveitar o momento, primeiro organize seu próprio projeto — e controle o que você pode controlar. Você pode incutir maturidade em suas próprias tarefas e equipe, mesmo se a infraestrutura de entrega mais ampla não existir. Verifique com seu gerente de linha para ter certeza de que sua abordagem não esteja afetando outras pessoas e que seu projeto alcance todos os marcos e métricas, e compartilhe essas vitórias com sua equipe para construir adesão a quaisquer novos processos ou práticas que você introduziu.

Fazer parte da jornada para a maturidade organizacional em projetos, programas e portfólios não é apenas uma chance de moldar como a empresa entregará todos os seus projetos com sucesso no futuro. É também uma chance de construir sua própria reputação profissional como agente de mudança, uma experiência que você poderá apresentar na próxima vez que estiver procurando um novo cargo. Conclusão: se você gosta de tudo o mais que a empresa tem a oferecer, talvez valha a pena ficar por um tempo.

img

PEOPLEIMAGES / E+ / GETTY IMAGES

Minha primeira avaliação de desempenho não foi boa, embora meu projeto esteja no caminho certo. Minha confiança está começando a se deteriorar. Como posso me recuperar?

É fácil ficar com raiva, na defensiva ou envergonhado com uma avaliação de desempenho negativa. Mas ficar pensando nessas emoções não vai ajudar. Em vez disso, use a avaliação como uma chance de crescer. Em vez de ver os comentários como críticas, veja-os como um roteiro para se tornar um gerente de projeto melhor. O feedback deve ter destacado algumas lacunas de habilidades, revelado novas expectativas ou fornecido detalhes específicos sobre como melhorar.

Ter uma resposta positiva ao feedback negativo mostra que você é um verdadeiro profissional e que está ansioso para aprender. Mesmo que já tenha passado algum tempo desde a revisão, agradeça ao seu gerente pelo feedback e faça quaisquer perguntas que possam esclarecer como você pode elevar seu desempenho. Dê um passo adiante e converse com seu gerente e representante de recursos humanos para entender como o feedback se encaixa no contexto geral da organização. Em seguida, busque o apoio prático e os recursos de que precisa para começar a resolver suas falhas e apagar os pontos cegos profissionais.

Além disso, certifique-se de reler a revisão e destacar qualquer feedback positivo, não importa o quão pequeno ou sutil seja, para reforçar sua confiança. O fato de o projeto que você está gerenciando ainda estar no caminho certo deve dar a você a confiança de que você não é um fracasso. Você está em uma jornada constante de desenvolvimento profissional. Uma revisão desfavorável não o torna um mau gerente de projeto: significa apenas que você pode melhorar.

Estou me candidatando a novos empregos. Devo incluir interesses externos em meu currículo?

Sim. Algumas organizações gostam de saber mais sobre os candidatos a empregos, porque os ajuda a avaliar como podem se encaixar com outros membros da equipe ou com a cultura geral. É particularmente útil se os interesses externos envolverem o uso de habilidades de gerenciamento de projetos, como voluntariado, trabalho de caridade ou organização de atividades para grupos aos quais você pertence. Ainda assim, é aconselhável evitar compartilhar opiniões políticas ou sua afiliação a uma organização de esportes radicais (a menos, é claro, que esses interesses estejam relacionados à função para a qual você está se candidatando). Você está procurando um equilíbrio que mostre que você é uma pessoa boa de se relacionar e não um workaholic. PM

Dica de profissional: Compartilhe lições de pandemia

Qualquer pessoa que entregou projetos durante a pandemia global ganhou habilidades de liderança de equipe virtual durante esse período. Adicione esses sucessos ao seu currículo e, em seguida, prepare-se para elaborá-los durante as entrevistas. As equipes virtuais estão aqui para ficar. Mostre que você aprendeu o que é necessário para orientálas, agora e no futuro.

Tem uma pergunta sobre a carreira para Lindsay Scott? Envie um e-mail para [email protected].

img Lindsay Scott é diretora de recrutamento de gerenciamento de programas e projetos, Arras People, Londres

Advertisement

Advertisement

Related Content

  • PM Network

    Diagnósticos digitais member content open

    À medida que a pandemia global continua alterando cada centímetro do cenário da saúde, os líderes de projetos de tecnologia médica estão se preparando para uma ruptura—e prontos para responder.

Advertisement